Avançar para o conteúdo principal

Objectivo superado!

O título do post diz tudo... Consegui concluir os 6km em menos de 40min (mais concretamente em 38min e 28 segundos).

Confesso que não fiquei fã da prova em si... É demasiada gente e a organização acaba por ser confusa e "desorganizada".
O meu grande stress (a logística do transporte ao ponto de partida) acabou por não ser demasiado confuso mas ainda assim deixou a desejar.

Mas vamos voltar atrás e começar pelo inicio.

Este era um fim-de-semana que se avizinhava atarefado e cansativo.
Começando pela sexta-feira, dia em que acabei por fazer a mudança dos móveis da casa A para a casa B. Claro que chegando o final do dia tive trabalho de sobra a fazer arrumações que, diga-se de passagem, ainda estão muito longe de terem terminado.
Quando aterrei na cama ao final do dia nem queria acreditar que já estava no vale dos lençóis!

Sábado havia almoço da empresa do A.
Levantar a horas minimamente decentes, arranjar tudo (sacos com roupa e equipamento) e sair de casa antes do meio-dia para ainda ir fazer umas compras de última hora para a corrida e tentar descobrir onde raio era o almoço.
Sair do almoço a meio da tarde e fazer a viagem até ao Peso da Régua. Chegar lá muito próximo das 18h e ir levantar os dorsais. A cidade já estava em estado de sítio e arranjar lugar para estacionar o carro foi qualquer coisa de mirabolante.
Como ficamos hospedados num alojamento a cerca de 15 min da cidade, após termos levantado os dorsais fomos até lá fazer check-in e voltamos para ir jantar ao pasta party.

Domingo levantamo-nos cedo e tomamos o pequeno-almoço no alojamento. Preparamos tudo e saímos em direção ao Peso da Régua. Obviamente que o carro ficou estacionado bem longe. Impressionante a quantidade de gente que andava naquelas ruas.
Cometi um erro crasso.... antes de sair do alojamento não fui ao wc. Ainda tentei ir a um café antes de apanhar o autocarro mas foi para esquecer!

Naquelas ruas só se viam autocarros e pessoas!!!
Por acaso, calhou de "abancar" num sitio onde nem 5 min depois estava a parar um autocarro e consegui escapar para dentro do mesmo. SORTE!!

1ª crítica à organização: supostamente só podia embarcar nos autocarros quem tinha a t-shirt do evento ou dorsal. Ninguém estava a controlar tal. Duvidam que houve muita gente que não se inscreveu e usufruiu do transporte? Se o evento já tem milhares de inscritos e é caótico, imaginem acrescentando ainda mais pessoas!

Chegados ao local da partida, havia a divisão da mini e da meia. Eu fui para a mini, o A. para a meia. Na zona da mini era povo que nem é bom lembrar!! Eu tinha como objetivo ir o mais para a frente possível para tentar fugir de quem ia caminhar no momento da partida. Andei, andei, andei... eis se não quando percebo que quem ia fazer a meia estava a passar por um carreiro (fila indiana) para chegar à zona de partida. Acreditem que na hora da partida ainda havia pessoal da meia bem longe da zona de partida.

2ª crítica à organização: o acesso à zona de partida da meia-maratona era muito limitado.

Bom, como eu estava sozinha... Fui furando conforme me foram deixando. A certa altura houve um avanço em massa. Depois desse avanço mais uma paragem (e pessoal da meia ainda a caminhar para a partida), eu a avançar como podia... Após uns quantos "soluços", abertura para a partida.

Aí preparei o endomondo e iniciei a minha corrida.
Muita gente a caminhar mas também muita gente a correr. No primeiro km, distribuí muito encontrão (tendo o cuidado de me desviar de crianças ou de adultos acompanhados de crianças). Depois disso foi pacifico!

Ainda não tínhamos completado 2km e havia um abastecimento de água.
Não que eu ache que numa caminhada ou numa corrida de 6km seja necessário mais que 1 abastecimento, simplesmente achei que foi demasiado cedo e, consequentemente, fiquei à espera do 2º antes da meta. Não houve mais nenhum.

3ª crítica à organização: o abastecimento de água na mini-maratona foi demasiado cedo!

Como na zona de partida não havia rede de telemóvel, acabei por não ter música o tempo todo. Só ia ouvindo a voz da sra do endomondo a marcar a passagem dos kilómetros.
Quando atingi os 3 km, ela anunciou a 18 min e qualquer coisa e eu fiz uma das minhas danças da felicidade. Estava com um ritmo de 6 min e pouco por km o que me dava esperança de conseguir terminar antes dos 40min.

O único momento em que caminhei, foi uma altura em que quis beber a água que trazia comigo desde o abastecimento (penso que fiz isto +/- no 3º km mas já não tenho certeza) e dei uns 3 ou 4 passos a caminhar em vez de correr.

Consegui ir mantendo o ritmo (o A. critica muito a minha corrida porque é raro eu conseguir manter ritmo) e terminei os 6km com 38min e 28 seg.
Digo "terminei os 6km" porque na meta marquei 5.5km e eu andei às voltas depois da meta porque meti na cabeça que queria fazer 6 km!!!
Sim, eu sou mesmo tola!!!

Mas pronto, fiquei feliz porque consegui superar o objectivo a que me tinha proposto.

Ah! Lembram-se que queria ir ao wc? Pois.... foi só mesmo depois de ter terminado a corrida.

Comentários

  1. Boa! Muitos parabéns, mais uma vez! Ainda bem que conseguiste o teu objectivo ;)

    Só tenho pena que não tenhas gostado da prova em si! Nunca participei em nenhuma mini ou caminhada de nenhuma meia, mas a ideia que tenho é mesmo essa: muita confusão! Numa zona como essa e com essas complicações nos acessos, acredito que não tenha sido nada fácil...

    Mas conseguiste! Agora é pensar no próximo desafio ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A prova é demasiado confusa por ter muitos participantes e a logística não ser simples. Bastava que começasse e terminasse em pontos próximos e tornava tudo muito mais pacifico.

      Além disso, como só têm 2 provas (meia e mini-maratona) não definem se a complementar é corrida ou caminhada (até porque é um percurso que pode ser ambos). Nunca me questionei se seria caminhada até o N. me ter alertado para isso no post antes deste.

      Enquanto estava a furar a multidão, cruzei-me com um casal acompanhado de filho adolescente que estavam perplexos com a quantidade de crianças e carrinhos de bebé que se viam naquele maralhal de gente. Quando lhes expliquei que a maior parte das pessoas estava ali para caminhar e não para correr ficaram de boca aberta. Achavam que haveria uma caminhada separada da mini.

      O que me valeu foi mesmo o alerta do N. De outra forma também teria achado tudo muito estranho.

      Ah! E obrigada!!!! :D

      Eliminar
    2. Acho que é tudo uma questão de organização... Em Lisboa, na da Ponte sobre o Tejo, a mini e a meia partem juntas, e a caminhada parte depois. E, sinceramente, também não acho bem...

      Mas há mesmo coisas que nos transcendem e as organizações lá terão as suas razões!

      O que tenho percebido, cada vez mais, é que provas mais pequenas e menos comerciais, acabam por ser mais giras e sem essa confusão toda :)

      Eliminar
    3. Sem dúvida! Tanto a corrida de 10km que fiz em Aveiro em Março como a meia-maratona que o A. fez no dia 25/04 também em Aveiro foram super pacificas!

      Eliminar
  2. Em primeiro lugar, porque isso é o mais importante: muitos parabéns por teres conseguido o objectivo a que te tinhas proposto.

    Das provas das Running Wonders, o Douro Vinhateiro é a única que não tem prova de 10kms. Isso faz com que existe tanta confusão. Em Coimbra e Évora - onde tenho sido cliente habitual - há 21km, 10km e caminhada e este problema desaparece.

    Como também foi o segundo ano em que estive em Peso da Régua tenho termo de comparação. No ano passado houve um rigor enorme no controlo dos autocarros e comboios. Este ano havia imensa gente sem dorsal no comboio que era, supostamente, apenas para quem fazia a Meia. O carreiro que falas para aceder ao espaço da Meia foi igual ao ano passado. Não faz sentido mas não fiquei surpreendido. Por último, o vosso abastecimento não era minimamente pensado em vocês. Era o abastecimento dos 17,5km da Meia. Bastava estar um quilómetro mais à frente para ser mais útil para vos facilitar a vida sem prejudicar a nossa prova.

    Quem foi comigo e fez os 6kms também se queixou de haver bastante gente a empurrar e tentar chegar à frente precisamente porque no arranque teriam achado que todos iriam começar a correr e afinal não.

    Oh pá, mas a paisagem naquela zona é fantástica!
    Boa recuperação para ti e para o A.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Hoje escrevo-vos com o coração

[e publico para o mundo inteiro ver... porque há coisas que o mundo não precisa de saber mas há outras que preciso tirar de dentro do peito]

Há 4 anos atrás descobri que vinha sendo enganada pela pessoa que amava. Durante uns dias hesitei mas acabei por tomar a decisão mais dificil que alguma vez tomei: decidi que não queria mais aquela pessoa na minha vida. 
Psicologicamente estava de rastos... só eu sei o que passei, nesse último ano, nas mãos da pessoa que me tinha feito promessas vãs.

Das últimas conversas que tivemos ele disse-me que iria apagar o seu perfil de Facebook. Para eu não achar estranho... que essa decisão nada tinha a ver comigo, que era ele que precisava de o fazer apenas por si próprio.
[sim, eu lembro-me dessa conversa como se tivesse acontecido há 2 minutos atrás.... o raio da memória nesse tempo ainda era grande, enorme. 
hoje em dia é uma titica e quase não me lembro do que fiz hoje de manhã]

Tudo muito certo até eu descobrir, meses mais tarde, que quando ele me disse…

Acho que preciso esclarecer

A quem não convive comigo diariamente... Não me interpretem mal!

Eu segui e sigo em frente todos os dias. A pessoa a quem me refiro no post anterior é passado e não possuo qualquer sentimento por ele... nem sequer ódio.
As recordações do tempo que passamos juntos são-me completamente inócuas. Foram vivências e apenas isso.

A irritação que vos transmiti... eu diria que acontece de ano a ano e, lá está, apenas porque sinto que há ali um poder sobre mim. E se há coisa que eu não gosto é que tenham poder sobre a minha pessoa.

[eu sei que pareço calminha e, por vezes, até submissa.... mas é algo que não sou mesmo!]

Ia chamar este post de "homossexualidade" mas o que vou escrever é mais abrangente que isso

Acabei de ver o excerto do vídeo em que 2 jogadores do Sevilha, ao celebrarem a sua vitória contra o Benfica, se beijam.

Não sei se são heterossexuais, homossexuais ou bi e sinceramente não me interessa particularmente qual a sexualidade de duas pessoas sobre as quais nunca tinha ouvido falar a não ser há umas horas atrás.
Mas já que vou opinar, não me pareceu que aquele beijo que tenha sido algo "novo" entre eles... foi um beijo de quem se beija dessa forma, ou seja, não houve aquele momento surpresa. Sendo que isso não quer dizer absolutamente nada quanto à sexualidade de ambos.

E agora voltando ao que me levou a pensar escrever este texto.
Lembro-me de, não há muito tempo, ter visto uma notícia que divulgava o primeiro jogador de futebol a assumir-se como homossexual. Penso que ele era alemão... ou então jogava num clube alemão, já não sei muito bem. Lembro-me que nessa altura pensei que ele não poderia ser o único homossexual nesse meio. O problema é que o futebol é um d…